Escola Mais Perfil e Colégio Perfil- Grupo Perfil de Educação

Os estudantes do 6° ao 8° Ano – Ensino Fundamental Anos Finais do Colégio Perfil, tiveram a oportunidade de expor seus trabalhos, projetos e serviços de tecnologia e inovação no Circuito Steam 2023. 

Dentro dos componentes curriculares, Pensamento Computacional e Cultura Maker, os estudantes puderam criar jogos, projetos e serviços. Foi utilizado a abordagem STEAM justamente pelo envolvimento das áreas que integram este acrônimo; ciências, tecnologias, engenharias, artes e matemática durante as aulas e também em cada entrega. 

Durante as aulas, a Coordenadora de Eletivas e professora, Renata Barreto, destaca a importância do Pensamento Computacional na construção de cada projeto.

É uma aplicação intencional dos nossos processos cognitivos, ou seja, pensar, conhecer, lembrar julgar e resolver problemas. Inclui também a linguagem, a imaginação, a percepção e o planejamento.

Victor Amorim, Educador de Cultura Maker da instituição, reforça a importância do STEAM no processo de criação

Os estudantes são desafiados a investigar situações, testar soluções e tirar conclusões. Integrando múltiplas tecnologias em seus projetos, explorando conhecimentos de engenharia e matemática, além de utilizar a sensibilidade que a arte proporciona para cuidar da estética de seus projetos.

Hologramas, games digitais e analógicos, corrida de obstáculos, maquetes e muito mais:

Divididos em setores diferentes do Colégio, o 6° Ano ficou responsável por criar games digitais e analógicos, além de joysticks personalizados, desde a ideia, criação até o produto final. Já o 7° Ano expôs nos corredores brinquedos autômatos e posteriormente participaram de uma corrida de obstáculos com carrinhos de controle remoto feito pelos mesmos.

O 8° Ano confeccionou hologramas que ficaram rodando de forma autônoma no Smart Space, uma sala totalmente inteligente, tecnológica e integrada, proporcionando uma experiência imersiva e lúdica. Depois apresentaram seus produtos e serviços para avaliação no novo Teatro da Escola Mais Perfil e Colégio Perfil. 

A intencionalidade por trás do formato interdisciplinar do Circuito Steam é justamente para ser a culminância dos projetos criados e permitir uma interação maior entre estudantes, pais, responsáveis e toda comunidade escolar.

Para Houseman Peixoto, pai de Cecília Peixoto do 7° Ano, o Circuito Steam é uma oportunidade única para a promoção do desenvolvimento pleno do estudante “É muito importante esse tipo de iniciativa que a escola proporciona. Traz uma visão de futuro para as crianças com mais tecnologia e envolvimento com ciências. Foi muito satisfatório acompanhar no dia a dia a empolgação de Cecília por conta deste projeto”, comenta Houseman. 

Dentro do #EspaçoMaker foi possível encontrar uma Cecília sorridente e nos preparativos finais para a corrida de obstáculos “Tanto o projeto do autômato quanto do carrinho foi bem difícil de fazer, mas a experiência foi muito boa, pois trabalhamos em equipe e foi bem legal” completa Cecília.

Corrida de obstáculos realizada na quadra poliesportiva do colégio perfil. Corrida com os carrinhos de controles remotos confeccionados pelos estudantes.
Pai e Filha no Espaço Maker durante Circuito Steam

Desafio Veloz – Corrida de obstáculos com carrinho de controle remoto na Quadra Poliesportiva do Colégio Perfil:

E não para por aí! Tiveram diversos jogos digitais feitos pelos estudantes, desde o storytelling até a interface final. Os visitantes puderam jogar e entender um pouco mais sobre cada etapa de confecção, como explica melhor Júlia Caires, do 6° Ano, “Foi muito legal o processo de fazer o jogo, os pais estão vindo e jogando, se divertindo muito”, comenta Júlia.

Para além da confecção do jogo, a equipe de Julia desenvolveu também a narrativa do mesmo “A história do jogo é sobre uma menina que se perde no bosque e agora ela precisa passar por diversas aventuras para conseguir encontrar a mãe dela novamente, dividido em três fases, com inspiração no jogo Mario”, complementa Caires.

Jogos digitais realizados nas salas de aula com temas variados.
Estudantes apresentando o projeto do jogo digital aos visitantes

Os estudantes demonstraram técnica e conhecimento na apresentação de cada projeto realizado. E no Teatro da Escola Mais Perfil e Colégio Perfil, o 8° ano adentrou na era das startups e apresentaram produtos e serviços inovadores com impactos na sociedade. 

Teatro da Escola Mais Perfil e Colégio Perfil:

Uma das equipes idealizou um aplicativo para auxiliar as mulheres vítimas de violência doméstica a denunciar de forma segura. O tema alinhado com a campanha agosto lilás, mostrou não apenas a preocupação com problemas que permeiam a sociedade, mas também oportunidades criativas e inovadoras de fazer a diferença.  

Foi um espetáculo de tecnologia e criatividade promovido pelos estudantes, demonstrando que com acolhimento e inovação os horizontes se expandem e as oportunidades são múltiplas.

Facebook
LinkedIn